Cirurgia Ortognática

A cirurgia ortognática é uma especialidade da odontologia que utiliza um conjunto de procedimentos cirúrgicos para corrigir problemas dentários e esqueléticos, além de eliminar as deformidades dentofaciais, promover a harmonia e a melhoria funcional da face. Sua realização consiste no reposicionamento da maxila, da mandíbula ou do mento (queixo).
Esse procedimento é indicado para correções de más-formações como prognatismo (queixo para frente), retrognatismo (queixo para trás) e excesso vertical maxilar (sorriso gengival). Também pode ser indicado para tratamentos de apneia obstrutiva do sono, correções de sequelas de traumatismo da face e reconstruções de anomalias congênitas.

Sintomas que requerem atenção
Na maioria dos casos, a desarmonia facial é o fator determinante para que pacientes busquem tratamento. No entanto, outros sintomas também merecem destaque:
• Mordida aberta (presença de espaço entre os dentes superiores e inferiores quando a boca está fechada);
• Dificuldades para mastigar, que podem associadas a dor ou incômodo;
• Desgaste excessivo dos dentes;
• Maxila, mandíbula ou mento com excesso, deficiência ou assimetria facial;
• Desequilíbrio facial de frente ou de perfil;
• Trauma facial acidental ou deformidade congênita;
• Dificuldade de deglutição;
• Impossibilidade de fechamento dos lábios;
• Respiração bucal crônica.

Avaliação
Para diagnosticar a necessidade da cirurgia ortognática, é necessária a realização de uma avaliação minuciosa, que só pode ser efetuada por profissionais capacitados, como cirurgiões bucomaxilofaciais e ortodontistas. Juntos, esses profissionais decidem o tratamento mais adequado para cada caso.

Recuperação
A recuperação é rápida e tranquila. Na maioria dos casos, o paciente recebe alta no dia seguinte à operação. Atividades do cotidiano, como trabalho e estudos, podem ser retomadas em até 15 dias.

Importante
Embora ofereça resultados positivos para a harmonização da face, a cirurgia ortognática não é um procedimento estético. Trata-se de um tratamento funcional, que tem como objetivo otimizar a saúde e a qualidade de vida do paciente.