Apnéia do Sono

O paciente com ronco ou apnéia do sono pode não perceber o problema. Muitos pacientes são conduzidos ao especialista pelo cônjuge ou por pessoas que convivem com ele e percebem o problema.Estima-se que cerca de 4% das mulheres e 9% dos homens adultos sofram de apnéia do sono, sendo que sua prevalência é maior entre os obesos e maiores de 35 anos.

O que é APNEIA do Sono?

Trata-se de uma parada respiratória momentânea e involuntária que ocorre durante o sono. Não é fatal, não chega a despertar, mas sobrecarrega o organismo como um todo, causando fadiga, sonolência e cansaço durante o dia. As interrupções da respiração podem ocorrer várias vezes em uma noite. A apneia é uma patologia progressiva e pouco diagnosticada.

Quais são os principais Sintomas? 

Os sintomas mais comuns são: Ronco (que pode ser excessivamente alto e interferir no sono dos outros) Episódios visiveis de interrupção da respiração Sono excessivo durante o dia Sensação de sufocamento durante o sono Boca seca Espasmos da laringe

Quais as consequências da apneia? 

As consequências da apneia do sono vão além das noites mal dormidas e incômodo entre parceiros de quarto. Aumento de peso, propensão a doenças cardiovasculares, perda da libido e falta de concentração, também são os mais comuns dos problemas causados pela síndrome. Além disso, diversos estudos mostraram que a síndrome está associada a aumento na incidência de infartos do miocárdio, derrames cerebrais e arritmias cardíacas.

Como é o tratamento?

O tratamento pode ser clinico, com a ajuda de aparelhos, ou cirurgico. Saiba que a Cirurgia Ortognática, quando diagnosticada a sua necessidade, pode eliminar a apnéia do sono.